Ir para o conteúdo

Comportamento do mercado de trabalho formal em Montes Claros - 2017

5 5 comentários 3 pessoas seguindo este artigo. 46 visualizações

Segundo informações do Ministério do Trabalho, na comparação entre o número de trabalhadores admitidos e desligados, registrou-se déficit na contratação formal em Montes Claros por três anos consecutivos. Em 2017 verificou-se uma redução de 233 vagas formais, contudo, o período mencionado aponta diminuição do déficit do mercado de trabalho local, já que em 2015 foram fechadas 296 vagas e em 2016 ocorreu uma perda de 270 trabalhadores formais.

O déficit dos empregos formais em 2017 não é homogêneo. O correu diferentemente entre homens e mulheres, entre jovens e pessoas de mais idade, entre trabalhadores menos escolarizados e aqueles mais qualificados e também há diferença em relação aos que ganham menos comparados aos que possuem salários mais elevados.

O perfil do déficit é de homens, de menor escolaridade, com idade superior aos trinta anos, remuneração entre dois e sete salários e que tiveram contratos curtos na empresa de onde foram demitidos. Esse perfil geral não representa uma regra geral inviolável, contudo, uma tendência no ano em análise. Ainda assim, pode-se dizer que as mulheres tiveram maiores chances de serem contratadas em 2017, do mesmo modo, pessoas mais jovens e indivíduos com maior escolaridade. Pode-se afirmar também que trabalhadores com mais de cinco anos de contrato tiveram maiores condições de permanecerem na mesma empresa.


Fonte: OATJUS/FASA

5 5 comentários

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

Ordenar por